Ilustre visitante


Uma das coisas divertidas de passar o dia da casa do Dong (ótima pessoa, que já considero amigo), além das longas conversas regadas por muita cerveja e comida boa, é receber a alegre visita de saguis, esquilos e afins.

Essas criaturinhas ágeis e curiosas não se intimidaram com os milhares de clicks desta pessoa metida a fotógrafa, que vos escreve, e ainda fizeram pose depois de receber o lanchinho do dia.
Uma graça, não é mesmo??

Tempo para amar


Quando me mudei para São Paulo imaginei que seria engolida por um mar de pressa e irritação.

Mas (ainda bem que teve um mas) no meu primeiro passeio “turístico” pelo Parque do Ibirapuera percebi que ainda havia vida e verde entre os muros da cidade.
E foi nesse casal, que curtia o domingo sob uma tranquila árvore, que pude representar esse sensação de que sempre existe tempo para amar…. quando se ama de verdade.