Sempre existe uma luz


Quando a vida lhe passa uma rasteira, justamente quando as coisas estavam se encaixando e nada poderia dar errado, não dá para evitar o desespero. Aquele medo de voltar ao início do jogo depois de perder todas as fichas. E aquela pergunta se torna mais importante que qualquer outra: por que comigo???
Mas mesmo quando tudo parece perdido, com um pouco de calma e paciência conseguimos ver que isso não é nada demais. Logo as coisas entrarão no eixo de novo e o sol voltará a brilhar.
Basta acreditar!!

Só rezando!

Em primeiro lugar, desculpe a moldurinha chinfrim. Junto com arquivos importantes eu perdi também meu template da moldura e ainda não deu tempo de criar outro legalzinho. Enfim…

Só passei por aqui para corrigir alguns comentários do post anterior!
Começando por “adoro mudanças”. Isso mesmo, mudar nem sempre é tão legal. Principalmente quando a transportadora escolhida (depois de analisar dezena de opções de relação custo-benefício) não passa de dois caras magrelos que não aguentam descer 2 lances de escada com um armário no lombo.
Ou então que você percebe que tem muita tralha indispensável e que, além de encaixotar tudo, vai ter que desencaixotar novamente 2 horas depois.
Mudanças ainda trazem muitas despesas e dores de cabeça que não estavam no contrato, como os lustres que foram embora com os antigos donos (só ficaram os fios para contar a história) ou a ligação de energia que foi cancelada pelo mesmo dito cujo (sabe Deus o motivo!!) e que esperamos quase uma semana para ligar de volta. E ainda teve o cara da Telefônica que DIZ que transferiu nossa linha (que, por sinal, custa caro transferir) mas que não está lá, ou seja, sem telefone e internet por mais uns dias.
Aí, depois de muito sobe e desce, muita unha quebrada e perna roxa (sem contar a faxina!!! Meu Deus!!),
depois de dias de arrumação tudo no lugar, certo? Errado! Ainda faltava o gás para ligar e mais uma boa notícia: temos que trocar o fogão, esse não aguenta o gás encanado. Aff
Mas no final é tudo uma festa, morremos de raiva de umas coisas bizarras, mas depois demos risada de tudo isso. Cansamos mas muita gente ajudou e cansou junto. E isso é o que importa!
E só para garantir, não troco de casa tão cedo hehehe