Dia 65

malu_65_2meses

Mais curiosidades sobre minha pequena:

•Já fala o famoso Agu, angu, agui e afins. Quando engata uma conversa solta até uns gritinhos de felicidade rs
• Desenvolveu a incrível habilidade de se apoiar nos cotovelos para se impulsionar para cima. É claro que ainda não levanta, mas é uma questão de tempo rs
• A D O R A ficar em pé no colo observando o mundo, ficar deitado é para bebês…
• Também adora a luz, vinda de qualquer fonte: janela, lâmpada, abajour… Brilhou ela pira. Fica tão hipnotizada que parece um mosquitinho, passa até crise de choro.
• Já dá aquele sorriso banguelo de derreter corações, principalmente logo pela manhã. Ô bebê que acorda feliz, impressionante =)
• Consegue bater e, às vezes, até pegar os brinquedinhos pendurados no tapetinho de atividades. Quando pega um brinquedo dá gritinhos e se agita toda de felicidade. Mega orgulho!
• Odeia com todas as forças o meu peito esquerdo (juro que não entendo o motivo), e tenho que me virar nos trinta para tirar leite dele e não ficar monoteta rsrsrs
• Ficou tão pouco tempo sem meia nessa vida que, quando eu tiro, os pezinhos ficam malucos explorando o mundo de sensações à sua volta. Uma delícia de ver.

 

Atualização (muitas novidades a cada dia rs)
• Passou do quase-consegue-pegar-um-brinquedo para o agarra-e-leva-até-a-boca (achei que evoluiu bem rápido rs).
• Tomou 2 vacinas no final de semana – adorou a gotinha e chorou demais na picada na coxa – pobre bebê.
• Fez as pazes com meu peito… agora mama sem crise de choro. Mamãe já pode dormir tranquila!
• Está com 5,2kg e 58,9 cm 😀

De volta e com muito amor

Eu sei, ainda está cedo para entrar num ritmo de trabalho frenético, mas eu estava sentindo falta de sair para presenciar mais uma família nascendo. E para matar a vontade, eu aceitei alguns poucos trabalhos, para amigos e clientes de longa data. A volta de vez, será mesmo ano que vem…

Eu AMEI esse trabalho por vários motivos: estava nervosa em saber se conseguiria, mas vi que é como andar de bicicleta rs; a minha pequena foi junto com o papai e se comportou lindamente; o casal era super tímido e consegui extrair o melhor deles sem forçar a barra!

O que acharam??

ensaio_gestante_burle_marx_cris ensaio_gestante_burle_marx_cris2 ensaio_gestante_burle_marx_cris3 ensaio_gestante_burle_marx_cris4 ensaio_gestante_burle_marx_cris5 ensaio_gestante_burle_marx_cris6 ensaio_gestante_burle_marx_cris7

Dia 63

malu_dia63_2meses2

Quando nasce um bebê, nasce também uma mãe…. e nasce também a culpa!
Na verdade ela se instala ainda na gravidez, em forma de alimentação ruim e preguiça de se exercitar tanto quanto deveria. Minhanossasenhora, quanta culpa para uma pessoa só! rs

Eu sei que já se falou muuuito sobre o assunto, todos os blogs, revistas e afins já deram seu parecer, mas quero registrar aqui as minhas culpas atormentadoras – e olha que minha pequena só tem 2 meses. Vamos lá:

• A danada já ma atacou na primeira noite na maternidade, naquele momento em que a Maria Luiza dormiu direto até às 7h da manhã, e eu quase tive um colapso, achando que apaguei num sono profundo e a deixei passar fome 😦

• Naquele momento em que a pequena estava dormindo tranquila, mas me incomodei com o nariz semi-entupido e resolvi pingar soro fisiológico (esse responsável por uma dose DIÁRIA de culpa) e ela afogou absurdamente, começou a chorar MUITO e lá se foi 2 horas de acalanto, até a pobrezinha entender que eu não estava tentando matá-la;

• Naquele momento em que fui cortar a unha dela, pela 20ª vez e, confiante demais, belisquei a pele do dedinho… e ela acordou num grito de dor;

• Naquele momento em que me peguei rezando para ela dormir logo porque queria tomar banho, lavar louça, comer e jogar candy crush;

• Naquele momento em que tentei niná-la de volta quando acordou chorando… balancei, balancei, balancei, e então percebi, veja só, que era fome;

Eu sei que tem muito mais momentos de culpa corrosiva, mas não me lembro agora. E acho melhor parar de relembrar, antes que comece a me sentir a pior mãe do mundo rs