Dia 63

malu_dia63_2meses2

Quando nasce um bebê, nasce também uma mãe…. e nasce também a culpa!
Na verdade ela se instala ainda na gravidez, em forma de alimentação ruim e preguiça de se exercitar tanto quanto deveria. Minhanossasenhora, quanta culpa para uma pessoa só! rs

Eu sei que já se falou muuuito sobre o assunto, todos os blogs, revistas e afins já deram seu parecer, mas quero registrar aqui as minhas culpas atormentadoras – e olha que minha pequena só tem 2 meses. Vamos lá:

• A danada já ma atacou na primeira noite na maternidade, naquele momento em que a Maria Luiza dormiu direto até às 7h da manhã, e eu quase tive um colapso, achando que apaguei num sono profundo e a deixei passar fome 😦

• Naquele momento em que a pequena estava dormindo tranquila, mas me incomodei com o nariz semi-entupido e resolvi pingar soro fisiológico (esse responsável por uma dose DIÁRIA de culpa) e ela afogou absurdamente, começou a chorar MUITO e lá se foi 2 horas de acalanto, até a pobrezinha entender que eu não estava tentando matá-la;

• Naquele momento em que fui cortar a unha dela, pela 20ª vez e, confiante demais, belisquei a pele do dedinho… e ela acordou num grito de dor;

• Naquele momento em que me peguei rezando para ela dormir logo porque queria tomar banho, lavar louça, comer e jogar candy crush;

• Naquele momento em que tentei niná-la de volta quando acordou chorando… balancei, balancei, balancei, e então percebi, veja só, que era fome;

Eu sei que tem muito mais momentos de culpa corrosiva, mas não me lembro agora. E acho melhor parar de relembrar, antes que comece a me sentir a pior mãe do mundo rs

 

 

2 comentários em “Dia 63

  1. Beto Padreca disse:

    Linda. Você já era uma perfeita mãe assim que decidimos entrar nessa nova aventura. Te amo e te admiro muito.

  2. Dri, é muito bom você compartilhar isso, não por quem ouve, mas por você que fala. O fato de você reconhecer e poder exteriorizar esses sentimentos é o que faz você aprender a lidar com eles, só isso e o tempo.

    Acredito que uma das melhores expressões psicanalíticas seja a cunhada por Winnicott, “mãe suficientemente boa”.

    Nenhum bebê (e consequentemente nenhuma pessoa) precisa de uma mãe perfeita, sem erros, sem culpa, sem falta… Precisa somente que ela seja ‘suficientemente boa’, o que obviamente engloba erros, culpa, faltas, etc. Uma mãe suficientemente boa já é uma mãe excelente (principalmente se levarmos em conta os ‘tipos’ de mães que existem por ai).

    Uma boa mãe é aquela que dá sustentação, acolhimento, que interage fisicamente, que maneja seu bebê adequadamente, que regride emocionalmente e milagrosamente aprende a diferenciar chorinhos e que, como já disse antes, aquela mãe que erra!

    O que pode ser considerado um erro, na verdade é o caminho que aos poucos vai sendo ofertado ao bebê para que ele se integre como pessoa, que ele cresça, aprenda e sobreviva de modo independente, ou seja, de modo saudável.

    O humano saudável deve passar da dependência absoluta (bebê) para a independência (adulto). Ora, como ele pode conseguir isso se o meio em que vive for absolutamente perfeito?!

    Por isso que eu digo que é a ‘falha’ quem promove o crescimento, a lacuna que permite evoluir. Nesse sentido, nós adultos não somos muito diferentes dos bebês, não é?!

    Então, Dri, pode te certeza que o que faz você sentir culpa deve ser, na verdade, motivo de orgulho! Como não bastasse eu te conhecer, só o fato de você ter essas preocupações, já significa que você é uma excelente mãe!

    Ninguém tem dúvida que você e o Beto promovem um ambiente perfeito à esse pequena, um ambiente acolhedor e principalmente, confiável.

    O que vocês podem fazer, vocês fazem de melhor, o resto é com ela!

    Parabéns pelos pais que são!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s